Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

PRTB lança pré-candidatura de coach Pablo Marçal à Prefeitura de SP

Pablo Marçal também foi nomeado presidente de honra do PRTB; em 2022, coach teve pré-candidatura à Presidência derrubada por outro partido.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de maio de 2024

Politica

Pablo Marçal/Divulgação

Por Camilo Olivo e Juliana arreguy

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) oficializou, nessa sexta-feira, a pré-candidatura de Pablo Marçal à Prefeitura de São Paulo. Além disso, o coach e influenciador foi nomeado presidente de honra do partido “em razão dos relevantes serviços que tem prestado à nação”, segundo nota divulgada pela legenda.

O texto informa que, durante sua pré-candidatura, Marçal apresentará “propostas inovadoras e viáveis para enfrentar os problemas que afetam a população paulistana. Sua visão abrangente e seu compromisso com o bem-estar coletivo são pilares fundamentais de sua plataforma política”.

Marçal se filiou ao PRTB em 5 de abril, último dia da janela partidária, já de olho na disputa à Prefeitura. Em 28 de março, durante participação do programa humorístico “Fritada”, ele apenas sorriu quando questionado se pretendia concorrer à administração paulistana.

“A Tabata [Amaral, do PSB] quer ser prefeita de São Paulo. Ela vai ser só a primeira-dama do Brasil algum dia, pela analise que eu faço, mas não vai dar conta de ser prefeita de São Paulo, não. O buraco aqui é mais embaixo”, disse Marçal no programa.

Um dia antes da filiação de Marçal, Padre Kelmon também se filiou ao PRTB pensando em disputar as eleições municipais. Inicialmente ele havia anunciado que iria concorrer a prefeito pelo PRD, partido oriundo da fusão entre PTB e Patriota, sem o aval da sigla.

Quem é Pablo Marçal

Com mais de 10 milhões de seguidores no Instagram e patrimônio avaliado em R$ 88,4 milhões, segundo declaração enviada à Justiça Eleitoral em 2022, Marçal ficou conhecido nas redes por pregar lições sobre prosperidade.

O coach foi pré-candidato do Pros à Presidência da República em 2022, mas teve o nome retirado da disputa pelo próprio partido sem que fosse consultado. Ele concorreu a deputado federal pela sigla e chegou a ser eleito, mas a candidatura foi anulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ausência de documentação.

No ano passado, o coach foi alvo de uma operação da Polícia Federal por supostamente ter cometido crimes de falsidade ideológica eleitoral, de apropriação indébita eleitoral e de lavagem de dinheiro durante o pleito. Ele nega qualquer irregularidade.

Em 2022, antes de se candidatar à Presidência, Marçal guiou 32 pessoas em uma escalada no Pico dos Marins, em São Paulo, em condições climáticas adversas. A escalada, considerada perigosa, fazia parte de um treinamento de um dos cursos que o coach vende.

O grupo precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros, com alguns dos participantes em hipotermia. O tenente da corporação Pedro Aihara chamou o mentor de irresponsável.

Redação com Metrópoles

Galeria de Imagens