Anadia/AL

20 de junho de 2024

Anadia/AL, 20 de junho de 2024

Quem é Nelson Barbudo, suplente que deve assumir vaga de Amália Barros

Congressista e vice-presidente do PL Mulher morreu aos 39 anos. Ruralista que tomará posse na Câmara perdeu reeleição para deputado em 2022.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 14 de maio de 2024

Politica

Foto: Michel Jesus/Agência Câmara

Por Gabriel Buss

O ex-deputado federal Nelson Ned Previdente, conhecido como Nelson Barbudo (PL-MT), deve assumir a vaga da deputada Amália Barros (PL-MT). A parlamentar, de 39 anos, morreu no sábado (11/5), após ficar 11 dias internada no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Ela havia se internado para fazer a retirada de um nódulo no pâncreas.

Nelson Barbudo é o 1º suplente do PL em Mato Grosso. Ele foi eleito deputado federal em 2018, mas não conseguiu se reeleger em 2022. Ruralista e apoiador de Jair Bolsonaro (PL), Barbudo foi o deputado mais votado do estado na eleição que elegeu Bolsonaro como presidente.

Na ocasião, ambos eram filiados ao PSL e o ex-deputado recebeu 126 mil votos. Em 2022, o bolsonarista recebeu menos da metade dos votos: 53 mil, ficando como suplente.

1ª passagem pela Câmara com polêmica
No único mandato que ocupou anteriormente como deputado federal, Barbudo foi suplente nas comissões de Agricultura e Meio Ambiente.

Como congressista, o ruralista propôs alguns projetos de lei, a maioria voltado para a pauta ambiental, como a flexibilização de atividades agropecuárias em terras indígenas, a pesca esportiva e a limitação do valor de multas ambientais.

Barbudo foi relator do projeto que propunha regulamentar e ampliar a caça de animais no país e se envolveu em uma polêmica. Em um debate com a deputada Tabata Amaral (PSB-SP) na Comissão do Meio Ambiente, o ex-deputado mandou a parlamentar ficar “quietinha e pianinha”. Ela o acusou de machismo.

Redação com Metrópoles

Galeria de Imagens