Anadia/AL

16 de junho de 2024

Anadia/AL, 16 de junho de 2024

Quem era o vereador César Veras, degolado por garçom no Ceará

O vereador César Araújo Veras (PDT-CE), de 51 anos, deixa a esposa e dois filhos. Ele exercia seu terceiro mandato na Câmara de Camocim (CE).

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 29 de abril de 2024

POLITICA

Reprodução/Instagram

👁️‍🗨️ Mariana Andrade

Assassinado nesse domingo (28/4) durante um ataque em um restaurante no município de Camocim, a 357 km da capital Fortaleza (CE), o vereador César Araújo Veras (PDT-CE), de 51 anos, exercia seu terceiro mandato na Câmara Municipal de Camocim.

O ataque (veja as imagens abaixo) ocorreu por volta das 13h30, horário em que o restaurante estava cheio. O autor do crime ainda não foi identificado, mas ele acabou preso momentos depois.

Imagens de uma câmera de segurança que circulam nas redes sociais mostram quando o garçom chega por trás de Veras, que estava sentado, e corta a garganta do político. O suspeito também feriu outras três pessoas.

Veja:

Até o momento, não se sabe a motivação do crime.

Vida política e pessoal do vereador

Formado em administração, César Araújo Veras era casado com Carolina Veras, com quem teve dois filhos: Maria Clara e César Filho.

Antes de morrer, ele presidiu a Comissão de Constituição, Justiça e Redação. O mandato atual terminaria neste ano devido às eleições municipais de 2024.

O político era filiado ao Partido Democrático Trabalhista, o PDT, desde 1º de janeiro de 2021. Na política, ele exerceu três vezes (confira os anos abaixo) no município de Camocim.

  • 1º mandato: 2005-2008
  • 2º mandato: 2013-2016
  • 3º mandato: 2021-2024

Velório
A Câmara Municipal de Camocim informou que o velório de César Veras ocorre nesta segunda-feira (29/4), de 8h às 17h, na quadra do Instituto São José. O corpo do parlamentar será sepultado às 17h, no Cemitério São José.

A Casa dos Vereadores reforçou que esta é a oportunidade para todos que “queiram prestar sua última homenagem ao vereador César Veras”. Além disso, o presidente da Câmara Municipal de Camocim, Emanoel Vieira (PDT-CE), decretou luto oficial de sete dias na cidade após a morte do político.

Metrópoles

PUBLICIDADE


Galeria de Imagens