Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Rafah é alvo de bombardeios israelenses horas após Hamas aceitar cessar-fogo em Gaza

O Hamas informou nesta segunda-feira (6) que aceitava uma proposta de cessar-fogo com Israel, horas depois do início da operação de retirada de milhares de pessoas de Rafah. Israel indicou que examinava a mesma proposta, mas no final do dia, o leste de Rafah foi alvo de bombardeios israelenses.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de maio de 2024

aaaa

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um responsável do Hamas disse durante a tarde à AFP que a decisão estava nas mãos de Israel, após o movimento palestino anunciar que aceitava uma oferta de cessar-fogo na Faixa de Gaza apresentada pelo Egito e o Catar.

“A bola está agora no campo” de Israel, que tem a escolha “entre aceitar o acordo de cessar-fogo ou obstruí-lo”, disse o responsável sob condição de anonimato.

Benjamin Netanyahu disse que Israel vai continuar as negociações, mas avisou que as propostas do Hamas estão bem aquém das exigências israelenses.

Um alto funcionário israelense disse à AFP que Israel estava examinando o texto. “Recebemos a proposta e estamos revisando. Este não é o quadro com o qual concordamos. Vamos revisá-la”, disse o funcionário, que pediu anonimato e não deu detalhes sobre o conteúdo do documento.

“Ismail Haniyeh, chefe do gabinete político do Hamas, falou por telefone com o primeiro-ministro do Catar, Sheikh Mohammed bin Abdelrahmane Al Thani, e com o ministro da Inteligência egípcio, Abbas Kamel, e informou que o Hamas tinha aprovado sua proposta de “acordo de cessar-fogo”, segundo um comunicado publicado no site do movimento islâmico palestino.

A proposta, que não foi apresentada publicamente, inclui um cessar-fogo, a volta à casa dos civis deslocados pelo conflito em Gaza e uma troca de reféns e prisioneiros, disse um responsável do Hamas à Reuters.

O responsável do Hamas, por sua vez, indicou que a delegação de negociadores que regressou ao Catar no domingo voltaria em breve ao Cairo para discutir o acordo.

Estados Unidos estudam resposta

Pouco depois do anúncio do Hamas, os Estados Unidos disseram que estavam “revisando” a resposta do movimento islâmico palestino e mais uma vez pediram a Israel que não atacasse Rafah.

“Posso confirmar que o Hamas emitiu uma resposta. Estamos analisando essa resposta e discutindo com nossos parceiros na região”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller, a jornalistas.

Reagindo a estes anúncios, o Presidente turco, Tayyip Erdogan, saudou a posição do Hamas e fez um apelo aos países ocidentais para aumentarem a pressão sobre Israel.

Cenas de alegria e tiros no ar foram vistos nesta segunda-feira em Rafah, no extremo sul da sitiada Faixa de Gaza, após o anúncio do Hamas.

Moradores de Rafah celebram aprovação de acordo de cessar-fogo pelo Hamas. Poucas horas depois, cidade foi alvo de bombardeios israelenses.Moradores de Rafah

celebram aprovação de acordo de cessar-fogo pelo Hamas. Poucas horas depois, cidade foi alvo de bombardeios israelenses. REUTERS – Doaa al Baz

No entanto, as forças israelenses reiteraram durante toda a tarde pedidos para que a população deixasse a cidade, alertando para uma possível “operação terrestre”. No começo da noite, intensos bombardeios israelenses foram registrados no leste de Rafah.

Ofensiva israelense

O Hamas afirmou que Israel se preparava para lançar uma ofensiva “sem levar em consideração a catástrofe humanitária em curso na Faixa de Gaza ou o destino dos reféns”, que estão detidos no território desde 7 de outubro.

O Exército israelense lançou uma vasta operação para evacuar civis do leste de Rafah, que se tornou um refúgio para muitas pessoas deslocadas, no extremo sul da Faixa de Gaza, em preparação para uma ofensiva militar terrestre.

Apesar das condenações internacionais, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu lançar esta ofensiva, que considera essencial para destruir os últimos batalhões do movimento islâmico no território palestino.

Fonte: RFI

Galeria de Imagens