Anadia/AL

20 de junho de 2024

Anadia/AL, 20 de junho de 2024

Secretaria da Cidadania lança Guia de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa em Alagoas

Documento reúne orientações práticas para prevenir, identificar e combater à violência, fortalecendo a rede de proteção.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de maio de 2024

secretaria-da-cidadania-lanca-guia-de-enfrentamento-a-violencia-contra-a-pessoa-idosa-em-alagoas

Secretária Arabella Mendonça reforça a importância do guia para os municípios | Foto: Natalício Vieira / Ascom Secdef

👁️‍🗨️ Natalício Vieira / Ascom Secdef

Com o objetivo de preparar os municípios alagoanos para as ações do Junho Violeta, mês dedicado ao combate à violência contra a pessoa idosa, a Secretaria de Estado da Cidadania e da Pessoa com Deficiência (Secdef) lançou nesta quarta-feira (8), no auditório do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), em Maceió, o Guia Prático de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa. O documento é um importante instrumento de qualificação para os serviços e profissionais que integram o sistema de proteção e garantia dos direitos da pessoa idosa.

O guia elaborado pela Secdef reúne dados, orientações e diretrizes para os profissionais que atuam com esse público. O conteúdo se baseia na Política Nacional da Pessoa Idosa, e traz estratégias, indicações instrumentais e materiais gráficos relacionados ao Junho Violeta. Ele ainda traz informações sobre a importância da notificação dos casos de violência contra a pessoa idosa, estratégias para o enfrentamento a esses casos, canais de denúncia e sugestões para a implantação e efetivação da Rede de Atenção à Pessoa Idosa.

De acordo com a secretária Municipal de Assistência, Inclusão e Desenvolvimento Social de Palmeira dos Índios, Soraya Albuquerque, o guia é fundamental para a Política de Assistência Social. “Esse documento vai nortear os municípios na programação do Junho Violeta e também os serviços, programas e projetos que trabalham no enfrentamento à violência contra a pessoa idosa”, enfatizou a gestora.

A Secdef tem o papel de liderar ações na promoção dos direitos da pessoa idosa, bem como promover mobilizações significativas quanto ao respeito para esse segmento populacional. A secretaria busca chamar a atenção das instituições para reflexão e participação sobre a violência contra a pessoa idosa, fomentando ações na perspectiva de garantia de direitos.

Para a secretária da Cidadania e da Pessoa com Deficiência, Arabella Mendonça, o lançamento deste documento mostra o compromisso do Estado em fornecer aos municípios orientações precisas e eficazes para que se alcance o objetivo de atender bem à população. A gestora também ressalta a importância da conscientização dos gestores sobre as questões de violação de direitos da pessoa idosa.

“É fundamental, para a efetivação das políticas públicas, que todas as instâncias do poder público estejam falando a mesma língua no que diz respeito à garantia dos direitos adquiridos pela população. A pessoa idosa tem direito a uma velhice saudável e digna, e é papel do Estado, das famílias e da sociedade como um todo assegurar que esse direito seja acessado”, afirma Mendonça.

No lançamento, instituições e secretarias municipais das cidades de Arapiraca, Flexeiras, Maceió, Maragogi, Palmeira dos Índios e União dos Palmares, selecionadas no chamamento público, tiveram a oportunidade de compartilhar experiências exitosas de serviços e programas que garantem os direitos da pessoa idosa em Alagoas.

O coral Rouxinol, composto por 35 pessoas idosas que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Flexeiras, encerrou o evento com uma apresentação musical.

Em breve, o guia estará disponível online no site da Secdef, para que todos os interessados possam acessá-lo e fazer o download do documento.

Junho Violeta

Criada em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, a campanha Junho Violeta foi instituída para atuar como forma de conscientização da sociedade, bem como para promover os direitos da pessoa idosa. A campanha reforça o debate acerca da violência e promove iniciativas que garantem dignidade à pessoa idosa, estimulando assim o envelhecimento saudável e ativo.

Redação com Agência Alagoas

Galeria de Imagens