Anadia/AL

18 de maio de 2024

Anadia/AL, 18 de maio de 2024

Secretaria da Primeira Infância faz abertura do Vacina+ 2024 na AMA

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de fevereiro de 2024

ama

Evento reuniu secretários municipais de Saúde e trouxe as novas parcerias para fortalecer o projeto | Rodrigo Marinho / Ascom Cria

Fabiana Barros / Ascom Cria

A abertura do Projeto Vacina+ 2024, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Primeira Infância (Cria), reuniu diversos municípios alagoanos nesta quinta-feira (1º), no auditório da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). Na oportunidade, houve a apresentação do cronograma de atividades do projeto para este ano e novas parcerias, o resultado do Vacina+ em 2023 e a entrega de certificados de reconhecimento para os municípios que se destacaram.

O objetivo do projeto é aumentar a cobertura vacinal das crianças de 0 a 2 anos de idade nos municípios que não conseguiram atingir a meta da cobertura vacinal. A gestão do Cria entende que a vacina traz mais segurança para a criança e que é papel do governo (municípios, estado e União) alertar e reforçar sobre a necessidade da vacinação. Além de combater a desinformação e as fakes news sobre a temática, pois vacinas salvam vidas.

O projeto acontece em parceria. Os agentes de saúde recolhem o cartão de vacina das crianças e o Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), analisa os cartões de vacina e indica se há atraso. Com o Vacina+, o Cria contribui para diminuição e/ou erradicação de doenças imunopreveníveis.

Para 2024, as parcerias vão aumentar. A Gerência de Atenção Primária da Sesau vai realizar algumas capacitações voltadas para o sistema E-SUS para que os municípios consigam fazer um levantamento sobre o seu território. Outro parceiro será a Supervisão de Cuidados à Mulher, Criança, Adolescente e Rede Cegonha (Sumca) da Sesau, que fará rodas de conversa com os enfermeiros para sensibilizar sobre a vacinação.

“O Vacina+ antes realizava o censo vacinal. Agora, além do censo, teremos rodas de conversa, capacitação do E-SUS e acompanhamento da Sumca no sentido de traçar estratégias de acordo com a realidade do município para tentar captar as crianças que estão em atraso”, explicou assistente técnica da gerência da Saúde da Primeira Infância, Ingrid Bezerra.

Por meio do projeto, a equipe envolvida realizou 22 ações no decorrer deste ano, nos municípios alagoanos, o que resultou em 6.762 cartões de vacina avaliados, e a aplicação de 1.502 crianças imunizadas. O Vacina+ foca na prevenção de doenças como paralisia infantil, difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, influenza, sarampo, caxumba, rubéola, pneumonias e bronquiolites (pólio, penta, tríplice viral e pneumocócica).

Reconhecimento

No ano de 2023, o Vacina+ realizou 22 censos vacinais em Alagoas. O resultado foi possível graças a sensibilização dos municípios. Em 2023, participaram do projeto os seguintes municípios: Paripueira; Messias; Cajueiro; Jundiá; São Miguel dos Campos; Belém; Joaquim Gomes; Junqueiro; Feliz Deserto; Ibateguara; Piaçabuçu; Carneiros; Matriz do Camaragibe; Jacuípe; Pindoba; Poço das Trincheiras; Satuba; Flexeiras; Porto Real do Colégio; Maragogi; Porto Calvo e Girau do Ponciano.

Com o objetivo de valorizar a participação dos municípios, o Cria entregou um certificado para representantes das quatro categorias, sendo: Logística (Paripueira); Engajamento da equipe da atenção primária (São Miguel dos Campos); Menor índice de atraso vacinal (Pindoba).

Além de diversos secretários municipais de saúde, participaram do evento a secretária executiva do Cria, Thaline Araújo; a gerente de saúde do Cria, Caroline Leite; a gerente de Atenção Primária, Karini Omena; a gerente de Vigilância e Controle das Doenças Transmissíveis da Sesau, Waldineia Maria da Silva, e a gerente de Ações Estratégicas da Sesau, Rhaissa Paz.

* Redação com Agência Alagoas

Galeria de Imagens