Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Segurança Pública alinha serviços à população com chefes de operações da Polícia Civil

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 6 de março de 2024

ssp

Reunião de alinhamento ocorreu na sede da SSP, no Centro de Maceió | Roberison Xavier / Ascom SSP

Roberison Xavier / Ascom SSP

A Secretaria de Estado da Segurança Pública realizou, nesta quarta-feira (06), uma reunião de alinhamento com os chefes de operações das delegacias da Polícia Civil sobre os serviços prestados à população pela pasta. O encontro contou com a presença do secretário Flávio Saraiva, que elogiou o trabalho conjunto realizado pelas forças de segurança sob a coordenação da SSP.

Em sua fala, o gestor também relembrou a criação do principal serviço de integração debatido durante a reunião, que foi o Disque-Denúncia. Enquanto delegado de polícia, Flávio Saraiva integrou a equipe que instalou o canal de recebimento de informações para o combate à criminalidade em Alagoas há exatos 18 anos.

“Lembro-me da época em que só existia um aparelho celular para receber as denúncias, sem nenhum outro tipo de tecnologia para criação de banco de dados ou colaborar ainda mais com o empenho do efetivo. A equipe era bastante pequena e hoje conseguimos transformar o serviço com bastante investimento em um trabalho integrado de excelência, que tem obtido um importante resultado na redução da violência”, afirmou ele.

O secretário ainda reforçou que o 181 tem sido a porta de entrada para o desenvolvimento dos demais serviços em prol da população, como os programas Na Base do Sossego e Pessoa Idosa Protegida. “É a partir dele que recebemos as informações que desencadeiam as operações de combate à perturbação do sossego e aos maus-tratos contra as pessoas mais vulneráveis. É através do Disque-Denúncia que a Polícia Civil tem conseguido elucidar diversos crimes contra o patrimônio e contra a vida”, concluiu.

A chefe do Disque-Denúncia, Eliane Araújo, apresentou dados relacionados à evolução do 181, como o acréscimo em 12,6% no número de denúncias recebidas no comparativo entre 2022 e 2023, e sobre o quantitativo de encaminhamentos feitos, sendo sua maioria na capital alagoana, principalmente, por crimes de homicídios.

Ela falou também da relevância e credibilidade que o serviço tem recebido do Poder Judiciário no andamento processual das investigações. “Temos recebido diversas solicitações de juízes para inclusão das denúncias recebidas pela nossa equipe, que resultaram em flagrantes, e podem contribuir ainda mais com a solução dos procedimentos instalados junto à Justiça”, disse ela.

Durante a reunião, os chefes de operações também tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre sistemas desenvolvidos pela SSP, como o Alerta Celular e Quimera, e as atividades coordenadas pela Chefia de Articulação de Políticas de Prevenção, como as desencadeadas pelo observatório criado para sistematizar informações e combater a violência nas unidades de ensino de Alagoas. Eles também tiraram dúvidas sobre o programa Visita Solidária, desempenhado pela Diretoria de Inteligência (Dint) da Polícia Militar com a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), em parceria com o Tribunal de Justiça de Alagoas.

Participaram da reunião o chefe de Inteligência da SSP, delegado Gustavo Henrique; o chefe especial de Inteligência, tenente-coronel Raumário Jerônimo; o chefe de Prevenção, tenente-coronel Iran Rêgo; o chefe do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), capitão Sidcley Santos; e o chefe do Núcleo de Desenvolvimento de Sistemas da SSP, sargento Ulisses Vasconcelos, além da capitã Camila Gama de Sá, representante da Dint/PM-AL.

Redação com Agência Alagoas

Galeria de Imagens