Anadia/AL

25 de maio de 2024

Anadia/AL, 25 de maio de 2024

Sem licitação e sob suspeita: Prefeitura de Maceió faz mais um contrato milionário

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de janeiro de 2024

whatsapp-image-2022-12-22-at-112230

Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Maceió (Iprev) - Foto: Ascom Iprev

Um contrato milionário com dispensa de licitação entre o Município de Maceió e a Fundação Instituto de Administração (FIA) está sendo questionado por supostas irregularidades. O documento, publicado no Diário Oficial de Maceió em 19 de janeiro de 2024, prevê a prestação de serviços de até R$ 16,1 milhões e foi elaborado com base em lei já revogada.

O contrato prevê serviços técnicos relativos à elaboração de diagnóstico, estudos atuariais, modelagem financeira e aperfeiçoamento normativo com o objetivo de desenvolver novos e possíveis cenários e estratégias de sustentabilidade do Regime Próprio de Previdência Social dos servidores do Município de Maceió/AL.

O valor total do contrato é de R$ 16.173.000,00, sendo R$ 6.993.000,00 de remuneração fixa e R$ 9.180.000,00 por êxito. Neste caso, o êxito pode ser compreendido como revisão dos valores de aposentadoria a que têm ou terão direito os servidores municipais.

No entanto, o contrato apresenta duas inconsistências graves. A primeira é que ele foi feito com base na Lei nº 8.666, de 1993, que regulamentava as licitações e contratos administrativos, mas que foi revogada pela Lei nº 14.133, de 2021, que instituiu o novo marco legal das licitações e contratos administrativos. A Lei 8.666, de acordo com publicações oficiais do Senado Federal, Câmara dos Deputados e Presidência da República, foi revogada em 30 de dezembro de 2023. O contrato é de 18 de janeiro de 2024.

* Redação com Jornal de Alagoas

Galeria de Imagens