Anadia/AL

22 de junho de 2024

Anadia/AL, 22 de junho de 2024

Tráfico de drogas motivou morte de jovem em ponto de ônibus, diz delegado

Segundo o delegado, a polícia aguarda agora o Poder Judiciário determinar sobre as possíveis prisões dos autores.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 16 de abril de 2024

CFFF

Foto: Reprodução

O inquérito sobre o assassinato de Marconi Alves da Silva, de 23 anos, morto em um ponto de ônibus próximo a um shopping no bairro do Benedito Bentes, parte alta de Maceió, foi concluído com a identificação de dois suspeitos, porém ainda sem prisões, informou ao TNH1 o delegado Filipe Caldas, na tarde desta segunda-feira, 15. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontou a disputa pelo tráfico de drogas na região do Antares, parte alta de Maceió, como a motivação para o crime.

Segundo o delegado, a polícia aguarda agora o Poder Judiciário determinar sobre as possíveis prisões dos autores. Conforme informado pelas autoridades, não há um prazo estipulado para essa decisão judicial. Caso a Justiça expeça as medidas cautelares, os agentes cumprirão as prisões.

Há pouco mais de dez dias, a polícia já havia informado que o andamento das investigações estava avançado. De acordo com o delegado, na ocasião, o veículo usado no crime também foi identificado, por meio de imagens captadas em estabelecimentos comerciais da região, fornecidas pelo DMTT (Departamento Municipal de Transportes e Trânsito).

Além disso, diferente do que a família disse à Polícia Militar, o homicídio não teria contado com a participação de um amigo de infância da vítima. Para a PC, ele foi uma vítima sobrevivente do atentado.

O que aconteceu

  • Um jovem de 23 anos foi assassinado a tiros, na tarde desta terça-feira (2), em frente a um ponto de ônibus, localizado nas proximidades de um shopping no Benedito Bentes;
  • Segundo o relato de testemunhas, o jovem estava a caminho de uma agência bancária, quando foi surpreendido pelos disparos de arma de fogo. Ele teria morrido antes da chegada de uma equipe médica;
  • A Polícia Científica e o IML (Instituto Médico Legal) foram acionados para realização da perícia e recolhimento do cadáver, respectivamente.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens