Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

Tragédia do Flamengo vira documentário na Netflix baseado em ideia do UOL

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 26 de fevereiro de 2024

vv2

Imagem: Divulgação/Netflix

A Netflix lança no dia 14 de março o documentário “O Ninho: Futebol & Tragédia”, sobre o incêndio no centro de treinamento do Flamengo que matou dez crianças em 2019.

O que aconteceu

Documentário foi desenvolvido baseado em uma ideia original do UOL, a partir de reportagens sobre a tragédia. Nos últimos cinco anos, o UOL acompanhou com detalhes a investigação sobre a tragédia e, em 2020, mostrou emails que comprovavam que o Flamengo sabia de problemas elétricos no alojamento em que os garotos morreram.

Série terá três episódios e passará pela trajetória profissional dos sobreviventes, pela luta por justiça das famílias das vítimas em meio ao luto e pela busca por explicações para o que aconteceu, com depoimentos de jornalistas de profissionais do futebol.

Com estreia em 14 de março, “O Ninho: Futebol & Tragédia” é uma minissérie documental da Netflix, produzida pela A Fábrica a partir da ideia original do UOL e desenvolvida por Pedro Asbeg, Renato Fagundes e UOL, com direção geral de Pedro Asbeg.

Visão aérea do alojamento do Flamengo onde aconteceu o incêndio
Visão aérea do alojamento do Flamengo onde aconteceu o incêndioImagem: Divulgação/Netflix

O incêndio do Ninho do Urubu

O incêndio no Ninho do Urubu ocorreu na madrugada do dia 8 de fevereiro de 2019.

Entre os 26 garotos que dormiam no centro de treinamento naquela noite, 10 garotos morreram:

  • Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos;
  • Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos;
  • Bernardo Pisetta, 15 anos;
  • Vitor Isaias, 15 anos;
  • Samuel Thomas Rosa, 15 anos;
  • Athila Paixão, 14 anos;
  • Jorge Eduardo, 15 anos;
  • Gedson Santos, 14 anos;
  • Rykelmo Viana, 16 anos.

Nove das 10 famílias entraram em acordo com o clube e foram indenizadas.

Os familiares do goleiro Christian Esmério ganharam ação indenizatória na Justiça, em fevereiro de 2024, decisão da qual ainda cabe recurso.

Entre os sobreviventes:

Três continuaram no clube: Francisco Dyogo, Rayan Lucas e Jhonata Ventura, que deixou o futebol, mas segue como funcionário.

Os outros 13 deixaram o Flamengo:

  • Felipe Cardoso
  • Wendel Alves
  • Samuel Barbosa
  • Filipe Chrysman
  • Kayque Campos
  • Jean Sales
  • Kennyd Lucca
  • Pablo Ruan
  • João Victor
  • Cauan Gomes
  • Caike da Silva
  • Naydjel Callebe
  • Gabriel Castro

Não houve uma condenação criminal após o incêndio.

Incêndio que aconteceu no alojamento da base do Flamengo

Incêndio que aconteceu no alojamento da base do Flamengo – Imagem: Divulgação/Netflix

*Redação com Uol 


Galeria de Imagens