Anadia/AL

16 de junho de 2024

Anadia/AL, 16 de junho de 2024

Três mulheres são presas por tráfico e um homem por homicídio no interior de AL

Material apreendido durante a operação em Campo Alegre

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 16 de maio de 2024

xuo

Foto: Cortesia / Ascom PC

Três mulheres foram presas em flagrante suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico, e um homem por suspeita de homicídio durante uma operação da Polícia Civil (PC) na cidade de Campo Alegre, no interior de Alagoas, nessa quinta-feira (15).

De acordo com a PC, com as suspeitas foram apreendidas 20 pedras de crack, 24 bombinhas de maconha em saquinhos plásticos, 13 bombinhas de maconha embaladas em papel branco, um tablete de maconha prensada, uma balança de precisão, três celulares, sacolas plásticas usadas para embalar cocaína e R$ 140,95 em cédulas e moedas. As drogas apreendidas estavam prontas para venda.

As mulheres presas têm 23, 24 e 41 anos, inclusive, a mais jovem de 23 anos já foi condenada por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo no mês de setembro do ano passado, mas cumpria a pena no regime semiaberto. Já a mulher de 41 anos, tem passagem pela polícia pelos crimes de furto, apropriação indébita e lesão corporal, fatos ocorridos ano passado, em Arapiraca.

Homicídio e tentativa de homicídio

Policiais também conseguiram localizar e prender um jovem de 20 anos suspeito de homicídio qualificado. Conforme a PC, ele teria participado do assassinato de Leandro dos Santos da Silva, em 29 de março deste ano, na comunidade  Novo Mundo, em Campo Alegre, ocasião em que outro homem foi alvejado com mais de seis tiros, mas sobreviveu, ambos eram usuários de droga e a motivação do crime estaria relacionada com dívidas a traficantes.

A ação é decorrente de investigações realizadas pela equipe do 75º Distrito Policial (75ºDP) sob o comando do delegado Bruno Emílio. “A repressão possui um papel importante, contudo, não é suficiente. Neste processo, a atuação da Polícia civil é complementada pelo trabalho preventivo e de patrulhamento intensificado pela Polícia Militar, além de políticas públicas sociais do Estado”, disse a autoridade policial.

As mulheres foram para o Presídio Feminino Santa Luzia, em Maceió, e o homem para o Presídio de Segurança Máxima, também na capital  pois ele já tem entrada nesse presídio por tráfico de drogas e organização criminosa.

Fonte: TNH1

Galeria de Imagens