Anadia/AL

13 de julho de 2024

Anadia/AL, 13 de julho de 2024

“Vamos ter mais segurança pública nesse país”, diz Lula sobre PEC

Presidente disse já esperar que a proposta do governo enfrente resistência dos governadores: “não querem abrir mão do controle da polícia” | 18:43 hs

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de julho de 2024

vv1

(Foto: Ricardo Stuckert / PR)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou nesta terça-feira (2), em entrevista à Rádio Sociedade, da Bahia, que vai apresentar uma proposta de segurança pública que enfrentará resistência de governadores, mas que poderá melhorar o quadro geral do país. Segundo ele, os governos estaduais “não querem abrir mão do controle da polícia”, mas é necessária uma maior participação do governo federal.

“Em 10 a 15 dias, vou chamar Lewandowski e todos os ministros que foram governadores de estado para que a gente possa fazer uma proposta de segurança pública sabendo que a gente vai enfrentar a recusa de muitos governadores. Muitos reclamam da segurança, mas não querem abrir mão do controle da polícia. Não queremos ter ingerência. O que queremos saber é se é necessário o governo federal participar não só com repasse de dinheiro”, disse.

O presidente ainda defendeu o aumento no número de policiais federais e a maior participação na segurança. Recentemente, o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, enviou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) ao Planalto para aumentar a competência da Polícia federal no combate às milícias, “constitucionalizar” o Sistema único de Segurança Pública (SUSP) e o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), que vigoram por meio de leis comuns.

Lula disse que o crime organizado “tomou conta do país” e citou a PEC como medida que vai melhorar o panorama da segurança no Brasil. “Sou favorável que a gente tenha mais Polícia Federal, que a gente possa participar mais no processo de segurança, sobretudo no combate ao crime organizado, narcotráfico, facções. Hoje tomou conta do Brasil. É uma coisa mais delicada e eu acho que os Estados sozinhos não dão conta. Queremos fazer uma proposta de aprovar uma PEC que define o papel de cada um, para dar ao povo certeza que vamos ter mais segurança pública nesse país”, defendeu.

*Redação com Brasil 247

Galeria de Imagens