Anadia/AL

23 de maio de 2024

Anadia/AL, 23 de maio de 2024

Zelensky agradece Senado dos EUA por liberar verba de US$ 61 bilhões em ajuda econômica e em armas

O presidente Volodymyr Zelensky agradeceu na quarta-feira (24) o Senado dos Estados Unidos por aprovar uma ajuda militar e econômica de US$ 61 bilhões à Ucrânia. O pacote agora passa pelas mãos do presidente americano, Joe Biden, que prometeu assinar a medida rapidamente para começar a enviar a ajuda ainda esta semana.

ABN - Alagoas Brasil Noticias

Em 24 de abril de 2024

hpaq

Foto: Reprodução/Redes Sociais

“Agradeço o líder da maioria, Chuck Schumer, e o líder do Partido Republicano, Mitch McConnell, pela forte liderança na promoção desta legislação bipartidária, assim como todos os senadores americanos de ambos os lados que votaram a favor”, escreveu Zelensky nas redes sociais logo após a aprovação do pacote de assistência.

Os Estados Unidos têm sido o principal apoio militar da Ucrânia na guerra contra a Rússia, mas o novo programa de ajuda, que inclui suprimentos militares essenciais, estava bloqueado no Congresso há meses.

“Também aprecio o apoio do presidente Biden e espero que o projeto de lei seja logo assinado e que o próximo programa de ajuda militar esteja à altura da determinação que sempre vi em nossas negociações”, disse Zelensky.

Segundo o líder ucraniano, “as armas de longo alcance, artilharia e defesa aérea da Ucrânia são ferramentas essenciais para restaurar uma paz justa mais rapidamente”. O exército ucraniano enfrenta uma grave escassez de armas e novos recrutas, enquanto Moscou exerce uma pressão constante a partir do leste.

Ajuda também para Israel e Taiwan

O valor aprovado pelo Senado, de US$ 95 bilhões no total, inclui verbas para Israel, Taiwan e um ultimato ao TikTok. Controlado pelos democratas, o Senado aprovou o amplo pacote com apoio bipartidário, por 79 votos a 18. O texto inclui uma assistência humanitária para a Faixa de Gaza, o Sudão e o Haiti.

“Finalmente, depois de mais de seis meses de trabalho árduo e muitas reviravoltas, os Estados Unidos enviam uma mensagem ao mundo: não lhes daremos as costas”, disse o líder democrata Chuck Schumer, antes da votação.

O líder republicano Mitch McConnell saudou a votação como “um dia extremamente importante na história do nosso país e do mundo livre”.

O pacote passa agora às mãos do presidente americano, Joe Biden, que disse esperar que o país comece a enviar armas e equipamentos para a Ucrânia ainda nesta semana.

“Assinarei esse projeto de lei e me dirigirei ao povo americano assim que ele chegar ao meu gabinete para que possamos começar a enviar armas e equipamentos nesta semana”, declarou Biden, para quem a aprovação do Congresso mostra que os Estados Unidos “apoiam firmemente a democracia e a liberdade, contra a tirania e a opressão”.

Fonte: RFI

Galeria de Imagens